A arte de fazer o que mais deseja

blog

A arte de fazer o que mais deseja

Se você parar um minuto para pensar no início desta semana, consegue lembrar de algo que desejou e acabou não fazendo? Ligar para um amigo, dormir cedo, almoçar naquele restaurante que você ama… 

De coisas corriqueiras a planos maiores, nós somos movidos pelos nossos desejos. Aristóteles já dizia, na Grécia antiga, que o desejo é um movimento da alma em direção a algo que falta. Já para a psicanálise, o desejo nos movimenta na direção de um objetivo. Ou seja, desejo é movimento e quando é alimentado traz bem estar e, claro, mais movimento!

É por isso que antes de começar a acender luzes natalinas e cantar “então é natal, e o que você fez?” Nós queremos te propor a pensar no que você ainda quer fazer! 

Temos 37 dias até o final do ano, 37 possibilidades para você encontrar um tempinho para atender aos seus desejos. 

Não realizar os próprios desejos e protelar, priorizando sempre as tarefas urgentes do dia, muitas vezes relacionadas ao trabalho ou a família, tem uma relação direta com não se autorizar. Ou seja, se sentir sempre em dívida com alguma coisa.

 

Mas como virar essa chave?

Um bom começo é reconhecer tu-do que você fez até aqui, nesse ano que está chegando ao fim. Para te ajudar nessa missão, trouxemos uma lista de tarefas que vai te mostrar como você produziu, o que conquistou e tudo que fez em 2022. Preparado?

 

#1 Metas que você alcançou

Faça uma pequena lista com as metas que você conseguiu alcançar neste ano.

 

#2 Projetos que você terminou

Concluiu algum projeto esse ano? Coloca aqui!

 

#3 Momentos difíceis que você superou

Todo mundo tem seus momentos difíceis. Quais foram os seus? É importante lembrar para reconhecer como você conseguiu superar o problema.

 

#4 Progressos que você fez 

Quais foram os seus progressos em 2022? Lembre deles e sinta orgulho por ter alcançado cada um!

Não precisa nem dizer que nem todo mundo vai preencher todas as 4 tarefas, né? Cada pessoa é única e por isso mesmo pode ser que tenha alguma tarefa que não faça sentido para você. A intenção aqui é apenas te fazer lembrar que você fez o melhor possível e tem todo o direito de atender os seus desejos. E o melhor: ainda dá tempo de realizá-los!