O que os jovens buscam na carreira?

blog

O que os jovens buscam na carreira?

Apenas 2% dos jovens americanos desejam atingir o topo da pirâmide corporativa, ocupando cargos de liderança. A informação foi publicada no best-seller do Wall Street Journal “The Unspoken Rules” (As Regras Não-Ditas) que fala sobre a Geração Z no trabalho.

Para o autor do livro, o consultor de carreiras de Harvard, Gorick Ng, as pessoas que nasceram entre 1997 e 2012 têm muitas vivências em comum, mas uma que se sobressai e influencia bastante na hora de pensar sobre o futuro do trabalho: todos eles tiveram o início de suas carreiras marcado pela pandemia de Covid-19.

De acordo com a análise do pesquisador e consultor, o início desestimulante pode ser considerado um dos principais motivos que desestimulam os jovens a pensar sobre um futuro próspero quando o assunto é carreira. Mas outros aspectos também fazem a diferença no modo como os jovens têm estabelecido a relação com o trabalho.

“Talvez porque a ideia de ficar 20 anos em uma empresa possa parecer um compromisso muito grande, talvez porque o ambiente corporativo não seja mais tão legal”, explica Gorick.

 

Afinal, o que é estimulante para a Geração Z?

A aposta do pesquisador sobre o ambiente corporativo não ser mais tããão estimulante para a Geração Z faz bastante sentido, segundo mostra uma reportagem da Forbes. E por aqui, podemos dizer que pelo Data Hub também temos acompanhado mudanças significativas quando o assunto é Geração Z e mercado de trabalho.

Reter um talento desta geração pode ser um desafio para quem não está disposto a pensar sobre propósito. O trabalho deixa cada vez mais de ser um meio de realização apenas financeira ou de status e tem se tornado uma parte da vida que deve estar sintonizada ao que as pessoas acreditam e se identificam.

Um estudo feito pela Career Interest Survey 2022 mostra que a Geração Z prioriza o tratamento justo de todos os funcionários, qualidade de vida e flexibilidade, isso sem abrir mão da responsabilidade social corporativa. Ou seja, o negócio para o qual eles trabalham deve se identificar com causas que façam sentido para eles e agir de acordo com esses princípios.