Entenda a inteligência emocional corporativa e como usá-la a seu favor

blog

Entenda a inteligência emocional corporativa e como usá-la a seu favor

Quanto o seu estresse controla a sua vida? Essa é uma pergunta difícil de responder porque muitas vezes nem sequer paramos para pensar em inteligência emocional, ainda mais na relação com o mundo corporativo. 

O fato é que se você trabalhasse a sua inteligência emocional corporativa como mais um atributo necessário para o seu desenvolvimento profissional, consequentemente, teria uma autogestão melhor. E muitas coisas na sua vida profissional se transformariam… para melhor!

Nessa busca, dois aprendizados são fundamentais:

 

1 – compreender e gerenciar melhor as emoções vividas no ambiente de trabalho;

2 – escutar os colegas, fazer o esforço de compreendê-los sem julgamentos.

 

Ter essas duas atitudes em vista, vai te ajudar a realizar uma espécie de scanner nas situações, ponderando as decisões, as respostas, os modos de lidar com os outros e com você mesmo.

Uma série de benefícios podem ser conquistados a partir daí, como melhorar as relações, lidar com os desafios de maneira mais racional, gerenciar o seu tempo de acordo com as possibilidades reais sem que a ansiedade lidere as suas decisões, além de conseguir focar com mais facilidade.

 

Por que a inteligência emocional se tornou ainda mais importante nos negócios?

 

Uma pesquisa realizada com 3 mil executivos de cargos classificados em alta e média gestão, em companhias latino-americanas, mostrou que a inteligência emocional se tornou uma competência ainda mais valorizada após a pandemia.

Do total de entrevistados no Brasil, Argentina, Chile, Peru, Colômbia e México, 42,9% responderam que consideram a inteligência emocional o principal ativo na hora de contratar um novo líder. 

Uma análise realizada pelo presidente do PageGroup, Gil Van Delft, mostra que essa habilidade tem sido priorizada por empresas de todo o mundo. Para o executivo, o autoconhecimento e a autorregulação, conhecidos como inteligência emocional, são mecanismos indispensáveis para momentos de instabilidade vivenciados atualmente.